quinta-feira, novembro 22, 2007

Assalto à Nova Democracia

Com a devida vénia à revista SÁBADO
...
A finalizar a peça, o jornalista Jaime Martins Alberto, escreve:
«Seja como for, uma coisa é certa: a guerra vai continuar. E a solução não é certamente o repto que Manuel Monteiro, fundador e principal ideólogo do partido, deixa através da SÁBADO aos seus opositores: "Não os queremos cá. Eles que vão para o CDS. O Paulo Portas de certeza que os receberá de braços abertos".»
Quanta estratégia política!!! Quanto desespero... Tantos ódios, para quê?
Susana Barbosa

22 Comments:

At 5:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

seria possivel publicar na integra o artigo?

obrigado

 
At 8:36 da tarde, Blogger Susana Barbosa said...

Caro anónimo,

O artigo é extenso, e o link à revista SÁBADO, não o tem disponível, só mesmo comprando a revista.

Cumprimentos,
Susana Barbosa

 
At 9:52 da tarde, Anonymous Carlos S. said...

Li e gostei do que li, até que enfim que surje alguém que faça frente a esse cadáver político que é o Manuel Monteiro.

Toda a sorte do mundo para voçês!

Carlos Seabra

 
At 11:04 da tarde, Blogger Cristina said...

força Susana! :)

 
At 11:03 da manhã, Anonymous Anónimo said...

volta a perguntar
o que é um testa de ferro?

 
At 11:05 da manhã, Anonymous Anónimo said...

SU!!!!! helloooooo .....
is anybody there?!?!?!

 
At 5:29 da tarde, Anonymous bigodes said...

força su!

 
At 5:54 da tarde, Anonymous Anónimo said...

pronto ganhaste :)
bom fim de semana e um forte abraço

 
At 10:46 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Força.

 
At 12:34 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Su! és casada ou solteira?

 
At 10:00 da manhã, Blogger PintoRibeiro said...

Quem nada representa, como o Nelito, tem sempre a hipótese de recorrer à imprensa amiga, preocupada e políticamente correcta.
Que vergonha este espectáculo orquestrado pelo MMonteiro. Ficam-lhe mto mal as vestes de antifa e o seu recente comportamento pouco abona em termos de carácter. Até no ataque que nesse artigo manda ao Portas. Ressentido e ressabiado.
Enfim. Desilusões. Apoiei-o eu na campanha para Lisboa... sem ser, registe-se, membro ou militante da ND.
Bfsemana Susa, bjinho.

 
At 12:26 da tarde, Anonymous amigo said...

direi até mais, fica muito mal este sentimento de vitimização por parte da direcção do PND, para reunir as tropas o seu redor, contra um inimigo invisivel e inexistente e... também anacrónico.

 
At 12:19 da tarde, Anonymous Anónimo said...

És tão linda,Suuuuuuuuuuu

 
At 12:41 da tarde, Anonymous Anónimo said...

César Lima e Sá
Na sequencia da entrevista que apareceu na revista sábado, retiro a minha disponibilidade e vontade de concorrer a porta-voz da juventude de um partido cheio de nódoas... Para que fique bem claro na sequencia dos recentes acontecimentos em torno do militante Emanuel Guerreiro e outros extremistas de direita sou totalmente favoravel á expulsão imediata desses membros e da recusa de filiação de pessoas ligadas a qualquer tipo de evento, comentário, ou organizaçao que vise a extrema-direita... A dita conspiração desses senhores tem de ser parada e irradicada para existir um partido saudavel... isso seria um acto de profunda coragem da actual direcção e com o qual estou pronto a ajudar... Se para o diogo ser-lhe infiel era ser-lhe alternativa, só lhe tenho a dizer que tem um conceito de infedilidade errado... Só afirmei e afirmo que seria capaz de fazer mais do que ele já fez... chamem-lhe arrogancia, auto-confiança o que quiserem... Quanto á aferição da minha capacidade intelectual pela membra do forum Raquel Mesquita, só lhe tenho a dizer que de tacanho tenho pouco e nunca pus em causa a capacidade intelectual de ninguem, nao admito que o façam... O Futuro dirá o que vai ser deste partido cheio de alarmismos e que infelizmente começa a ser mal conotado... Não admito sentar-me á mesma mesa com uma pessoa racista, xenofoba e neonazi... se calhar já alguem o fez, não eu... caros companheiros: Diz-me com quem andas, e eu te direi quem és... Começam já a fazer a seriação... Os melhores cumprimentos...

César Lima e Sá

 
At 12:42 da tarde, Anonymous forum das novas gerações ND said...

retirado daqui

http://novasgeracoes.livreforum.com/

 
At 1:33 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Marco Rijo ;
Eu só não perçebo o porquê de tantos ódios....?????


cumprimentos
marcorijo

 
At 2:23 da tarde, Anonymous Anónimo said...

aprende a escrever

 
At 3:59 da tarde, Anonymous khagendra said...

porquê meu Deus tanto ódio pelos nazis?
deveriamos sentar todos à volta de uma mesa redonda ou quadrada e darmos as mãos em prol da Nova Democracia. A conversar é que a gente se entende, não é a atirar pedras e calúniar que o País vai para a frente.
Desculpem o desabafo de um jovem, que está desiludido com os adultos e vida partidária desde nosso lindo País à beira mar plantado.

 
At 9:56 da tarde, Blogger Abrantes said...

Mas quais nazis ou o raio que os partam a todos!!!
Nazis, racistas e xenófobos, isso só se for noutro partido.
O Nacionalismo Democrático nada tem a ver com essa mer...´
Isto já começa a fazer perder a paciência.
Há gente no PND mais fascista e nazi do que no partido dos radicais. Pelo menos é o que dão a parecer...
Afinal, mentalidades fascista nazis, e o raio que os partam ,existem é nas hostes dos donos e senhores do PND.
Pelo menos é o que demonstram com as suas atitudes.

O PND tem o ùnico programa político pela defesa de uma verdadeira Democracia.
Continuo a defender os seus princípios programáticos.
Não defendo é donos e patrões de partidos.
A Democracia não tem donos e senhores. Tem Povo que vota!!!
Tem o Povo como soberano dos seus destinos.

Senhores donos e patrões do PND:
- A continuarem assim nem vão contabilizar nenhuma percentagem de votos. Nem vocês vão votar em vocês próprios.

Manuel Monteiro criou, fez e quer destruir uma das grandes alternativas democráticas: - O PND!

Está a cometer os mesmos erros que fez no CDS/PP.
A História condeno-o. Agora, essa mesma história, o enviará para o caixote do lixo da política portuguesa.
E não poderá queixar-se de ninguèm. Só pode queixar-se dele mesmo.
Manuel Abrantes
eu repito e assino:
Manuel Abrantes

 
At 10:59 da tarde, Anonymous blood and honour said...

o rebanho está afastar-se e o pastor fica adulterado, perdão,alterado. e perde a compustura, ou será, que caiu a máscara?
ó abrantes! tu ainda não és militante e já falas como um passarão? lol lol lol

 
At 9:33 da manhã, Blogger Abrantes said...

Porquê sr blood and honour?
- Só os militantes oficiais podem ter o direito de possuir uma opinião sobre o PND ?

 
At 2:20 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Monteiro foi avisado pelo SIS sobre entrada da extrema-direita

Nova Democracia marca reunião urgente para dia 1 de Dezembro, em Aveiro
Manuel Monteiro teve conversações com elementos ligados ao Serviço de Informações de Segurança (SIS) sobre a entrada de militantes da extrema-direita portuguesa no Partido da Nova Democracia (PND). O DN sabe que Monteiro foi avisado sobre quem eram os militantes considerados mais perigosos e cujos movimentos e actividades estão a ser acompanhados pelo SIS. O líder do PND terá usado a informação para a cruzar com os dados existentes nos ficheiros do partido.

Contactado pelo DN, Manuel Monteiro escusou-se a comentar esta informação, reconhecendo apenas que teve conhecimento das adesões extremistas à Nova Democracia "porque eles se denunciaram". Segundo Monteiro (antigo presidente do CDS/PP, entre 1992 e 1998), são "cerca de 25 pessoas", algumas provenientes do Partido Nacional Renovador (PNR), outros do Movimento Nacionalista, Movimento Pró-Pátria, Causa Nacional e de um blogue chamado Estado Novo.

"Eu sabia que havia militantes que vinham do PNR, mas pensava que tinham evoluído", diz Manuel Monteito, que descobriu um texto anti-semita no site do seu partido, o demoliberal. Monteiro pediu ao director do jornal online, João Carvalho Fernandes, para retirar o artigo e começou a investigar o percurso do autor, Emanuel Guerreiro.

Monteiro descobriu que o militante que fizera ataques a judeus e ao estado de Israel por escrito era coordenador das Novas Gerações, a juventude partidária do PND - equivalente à JS, JSD ou JP. Manuel Monteiro chamou Diogo Tomás Pereira, o líder das NG, e pediu a destituição imediata de Emanuel Guerreiro do cargo de coordenador. Na sequência disto, o jovem militante do PND expôs publicamente o caso e Monteiro teve de começar a defender-se.

"O problema é que um partido pequeno como o PND vive do voluntarismo e tenho de reconhecer que quando entra um grupo organizado com ideias e propostas, esse grupo pode ganhar força", diz Monteiro, justificando a passagem à acção. Em Aveiro foi detectado o ingresso de vários militantes, que nas eleições de delegados para o último Conselho Geral da Nova Democracia - uma espécie de conselho nacional ou congresso - conseguiram de imediato fazer eleger nove em dez delegados possíveis. Muitos destes militantes, pela escassez do PND e fraco controlo interno, nem ainda tinham sido aprovados como militantes.

Neste momento, Manuel Monteiro convocou para o dia 1 de Dezembro, logo em Aveiro, uma reunião do PND, tendo como ponto principal da ordem de trabalhos "a análise dos processos de adesão provenientes desses grupos". Para Monteiro, "será uma análise caso a caso e, caso as opiniões expressas não sejam compatíveis com os nossos ideais de liberdade e de democracia liberal, poderá haver uma deliberação convidando-os a sair". Se não não aceitarem, os processos seguem para o conselho de jurisdição, que pode pronunciar--se pela expulsão.

Ao DN, José Manuel de Castro é contundente: "Manuel Monteiro sofre de algum processo pavloviano e está desesperado", sustenta. Este activista frisa que o grupo que integra "apoia Susana Barbosa como rosto da oposição interna (do PND) a Manuel Monteiro". Com M.A.C.

http://dn.sapo.pt/2007/11/26/nacional/monteiro_avisado_pelo_sobre_entrada_.html

 

Enviar um comentário

<< Home