segunda-feira, abril 23, 2007

A Inauguração

Inauguração da Sede Distrital da Nova Democracia (PND) em Aveiro

Abrir o Partido à sociedade civil
Manuel Monteiro, líder da Nova Democracia (PND), considerou que "o movimento político tem de se abrir à sociedade civil". As afirmações foram proferidas ao princípio da tarde de 22 de Abril durante a inauguração da sede distrital do partido, sita na rua eng. Von Haff, nº. 61-1º.A, na cidadede Aveiro (a 150 metros da estação da CP, com frente para a av. Dr. LourençoPeixinho).
Aos militantes, Manuel Monteiro deixou o recado de que "o partido tem de estar aberto aos independentes para serem candidatos às Juntas de Freguesia, Assembleias Municipais e Câmaras Municipais" e acredita que "se a Nova Democracia não souber abrir-se a estes independentes será igual aos outros". O líder do partido quer chamar os mais novos "que todos os dias se afastam da política", "perceber aquilo que está a acontecer na sociedade civil" e mostrar-lhes que a Nova Democracia "apresenta uma novaatitude, uma nova postura e uma nova forma de encontrar soluções para os problemas de sempre".
Manuel Monteiro assumiu que a Nova Democracia "é um partido aberto, enquanto outros partidos estão de regresso ao passado" e recusou que o seu partido opte por um modelo organizativo igual à dos partidos tradicionais.
"Marques Mendes quer baixar os impostos, mas o que interessa é mudar os impostos", sublinhou, defendendo "o fim do imposto progressivo que prejudica os que mais trabalham e mais produzem".
Manuel Monteiro disse que "os cidadãos dão todos os dias cartões vermelhos à classe política e nós não queremos novos políticos, mas novas formas de fazer política".
A abertura da sede distrital da Nova Democracia de Aveiro é vista por Manuel Monteiro como "um sinal de abertura ao exterior".
Aveiro é cidade da liberdade
Durante a inauguração da sede distrital da Nova Democracia, Manuel Monteiro disse que
"Aveiro foi sempre uma cidade de criatividade e de liberdade". Na presença de mais de uma centena de militantes o dirigente político pediu-lhes "que chamem pessoas para estar ao nosso lado" e assumiu que 2009 será o "ano da oportunidade".
Manuel Monteiro considerou a Nova Democracia como "um movimento em crescimento que se libertou das guerras que andam nos partidos". "A Nova Democracia está aberta a todos os homens e mulheres de boa vontade, não é o partido dos deserdados do CDS", sublinhou, antevendo que "se a Nova Democracia se abrir à sociedade civil, vai ser a surpresa das próximas eleições".
Serões da Avenida
Visivelmente satisfeita pela forma como decorreu a inauguração da sede distrital, Susana Barbosa, coordenadora da Nova Democracia de Aveiro, quer que o espaço inaugurado "represente uma força viva da cidade" e para tal irá lançar os "Serões da Avenida". Trata-se de uma iniciativa que pretende abrir aquele espaço físico à população, todas as sextas-feiras à noite.
Já durante o almoço, que decorreu no Hotel Imperial, Susana Barbosa deu conta dos doze militantes que se filiaram neste "dia histórico para a Nova Democracia de Aveiro".
Rui Pires da Silva, falando em nome das Novas Gerações, de Aveiro, sublinhou a forte adesão que o partido tem tido junto da juventude. "Os mais novos têm acreditado neste projecto e a prova disso são as adesões que se têm verificado", referiu. "Se depender das Novas Gerações de Aveiro, o partido conseguirá claramente os objectivos que defeniu para 2009", deixou claro.

3 Comments:

At 10:32 da manhã, Blogger PintoRibeiro said...

Percebe-se. A satisfação. Ao trabalho, agora.
Bom dia e bjinho Susana,

 
At 12:17 da tarde, Blogger Terra & Sal said...

Este comentário foi removido pelo autor.

 
At 12:20 da tarde, Blogger Terra & Sal said...

Susaninha:
Li atentamente as intervenções feitas que são acima de tudo de esperança.

Não sou de direita, porque torto nasci, e torto morrerei.
Mas desejo-lhe muita sorte e aviso-a já de que a sorte sem trabalho, nada nos dá, nem trás.

Tenha 5% de inspiração e 95% de trabalho e vencerá, vá por mim.
Têm ali disso uma oportunidade única de se imporem já que, "direita" em Aveiro, já foi!

Renovo os meus votos de muitos exitos.
Beijinhos.

 

Enviar um comentário

<< Home