quinta-feira, novembro 09, 2006

A Mais Cruel das Torturas

Seria difícil conceber castigo mais demoníaco, pudesse uma tal coisa ser posta em prática, do que abandonar uma pessoa à deriva na sociedade por forma a passar despercebida a todos os seus membros. Se ninguém se voltasse para nós ao ver-nos entrar em casa, se ninguém nos respondesse quando nós falássemos, ou se preocupasse com o que nós fizéssemos, mas se toda a gente que conhecêssemos nos «desligasse do mundo» e agisse como se fôssemos entidades inexistentes, não tardaríamos a ser tomados de uma espécie de desespero de raiva e impotência, de que a mais cruel das torturas corporais seria um alívio.
William James
in 'The Principles of Psychology'
Estados Unidos[1842-1910]Filósofo/Psicólogo

4 Comments:

At 1:44 da manhã, Blogger martim said...

e assim nós, presentes, beijando.

 
At 10:53 da manhã, Blogger pintoribeiro said...

Gostei. Gostei, mesmo. Bom dia Susana, bjinho,

 
At 11:01 da manhã, Blogger mfc said...

Devotar ao ostracismo... uma cruel prática que já vem desde os primórdios da História.

Rumsfeld merecia-a!

 
At 12:14 da tarde, Blogger Elise said...

Não sentir emoções e sentimentos alheios...

 

Enviar um comentário

<< Home