domingo, fevereiro 18, 2007

Ao menos, não fechem as urgências!

«É certo que pelo andar da carruagem estamos a fechar o país... Mas enquanto existirem habitantes não fechem as urgências. Fechem tudo o resto, mas por favor não fechem as urgências de Portugal! Ainda mora cá gente para quem a distância entre 30 minutos e uma hora e meia de viagem aflitiva para as urgências, numa carrinha dos bombeiros (que tem os apoios que tem e que terá depois...), pode significar a diferença entre a vida e a morte. Isto ainda diz alguma coisa a quem governa? Não propomos as urgências a referendo, fosse qual fosse a votação popular (sim ou não), as urgências - o essencial da saúde pública - deveriam estar abertas na proximidade das pessoas, para o serviço básico ao bem comum das populações.»
por Alexandre Cruz, no Diário de Aveiro

5 Comments:

At 8:49 da tarde, Blogger PR said...

Fechar o país. Vou nessa. Cada vez mais. Boa noite Susana, bjinho.

 
At 9:40 da tarde, Blogger isabel mendes ferreira said...

mas eu acho que já está fechado....para saldos em próximas temporadas.




beijoooooooooooooooooo.


pois. sem máscara.

 
At 10:59 da tarde, Anonymous Anónimo said...

lolita chin
lolitas 13
lolitas kid
free anal sex
lolita picture
lolita suck
lolita cp terra loltobbs ftp lol
lolita vip lolitas virgins bbs
lolita lolly fuck movie children
lolita chin
lolitas 13
lolitas kid
free anal sex
lolita picture
lolita suck
lolita cp terra loltobbs ftp lol
lolita vip lolitas virgins bbs
lolita lolly fuck movie children

 
At 11:13 da tarde, Blogger AC said...

Enquanto continuarmos a legitimar estes políticos e as suas políticas, continuaremos a alimentar burros a pão-de-ló.
Cpts e boa semana

 
At 11:32 da tarde, Blogger migas (miguel araújo) said...

Viva Susana
De regresso às lides.
E não é só o encerramento da urgências que nos deve preocupar.
É o esvaziamento de especialidades e serviços importantes nas que ficam, como o caso de Aveiro.
Cumprimentos

 

Enviar um comentário

<< Home