domingo, outubro 08, 2006

Porquê

Porque procuro o mar revolto
se tenho rios dourados a meus pés?
Porquê
Porque não sabendo de ti
sei bem quem és?
Porquê

Porque tanto penso na morte
se a vida agora começou?
Porquê
Porque não dura o tempo
quando sei para onde vou?
Porquê

Porque percorro atalhos tortuosos
se tenho auto estrada só para mim?
Porquê
Porque dizes que não
sabendo sim?
Porquê

Augusta Almeida

3 Comments:

At 1:39 da manhã, Blogger Mendes Ferreira said...

...gosto....gosto das perguntas. gosto do que respondes através delas...
:)))))

_______________perguntar é saber.

bom dia Su....

que assim respondes.
beijo. afirmativo.

 
At 6:49 da tarde, Blogger pintoribeiro said...

Pois. Porquê. Pudesse saber, responder...boa noite, Susana, bjinho.

 
At 10:27 da tarde, Blogger migas (miguel araújo) said...

Viva
A senhora do poema, faz-me lembrar o "fedelho" que corre cá por casa.
Porquê?!
O que é que isso quer dizer?!
A toda a hora.
Lolll
Cumprimentos

 

Enviar um comentário

<< Home