segunda-feira, agosto 08, 2005

Intimação

Abre em nome da lei.
Em nome de que lei?
Acaso lei sem nome?
Em nome de que nome
cujo agora me some
se em sonho o soletrei?
Abre em nome do rei.

Em nome de que rei
é a porta arrombada
para entrar o aguazil
que na destra um papel
sinistramente branco
traz, e ao ombro o fuzil?

Abre em nome de til.
Abre em nome de abrir,
em nome de poderes
cujo vago pseudónimo
não é de conferir:
cifra oblíqua na bula
ou dobra na cogula
de inexistente frei.

Abre em nome da lei.
Abre sem nome e lei.
Abre mesmo sem rei.
Abre sózinho ou grei.
Não, não abras; à força
de intimar-te repara:
eu já te desventrei.

Carlos Drummond de Andrade

2 Comments:

At 11:47 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Keep up the good work » » »

 
At 1:23 da manhã, Anonymous Anónimo said...

That's a great story. Waiting for more. http://www.hardcore-gay-pics.info/hot-sexy-guy-guy-with-big-cock.html

 

Enviar um comentário

<< Home