terça-feira, outubro 16, 2007

Notícia

Líder Distrital denuncia «forma de estar terrível» do presidente demissionário

PND/Aveiro critica Manuel Monteiro

A líder distrital de Aveiro do PND defende a permanência de nacionalistas no partido, enfrentando assim o presidente, embora demissionário, Manuel Monteiro.
Susana Barbosa quer a liderança nacional do PND.

Com a devida vénia ao
Diário de Aveiro
Por João Peixinho

A líder distrital de Aveiro do Partido da Nova Democracia (PND), Susana Barbosa, denuncia um ambiente «terrível» no partido, enquanto tenta segurar os elementos nacionalistas que o presidente demissionário, Manuel Monteiro, pretende «convidar a sair», disse ao Diário de Aveiro.

Susana Barbosa discorda que «membros do partido estejam a ser quase expulsos, não é justo, independentemente de serem nacionalistas são democratas, não vejo que sejam prejudiciais ao partido, até os colocaram em cargos de chefia», disse ao Diário de Aveiro. Por isso acusa Manuel Monteiro de «autoritarismo extremo» sobre elementos provenientes do Partido Nacional Renovador. Em comunicado difundido anteontem, Susana Barbosa apela à «serenidade, à moderação e ao bom senso, perante o alarmismo dos últimos acontecimentos ocorridos no seio do PND» posicionando-se contra o que considera de «manietação, vinganças pessoais, perseguição ou caça às bruxas». O Diário de Aveiro tentou mas não conseguiu falar com Manuel Monteiro.

Apela ainda à «luta pela união dos seus militantes, realçando tudo o que os une, como partido de uma verdadeira Direita. De resto considera «natural que admita no seu seio várias sensibilidades, identificando-as e respeitando-as, desde que estas aceitem, e que também respeitem, os princípios que defendem os estatutos do PND».

Para a dirigente de Aveiro, «não há argumentos válidos para a demissão», mas este não é o único motivo que a divide de Manuel Monteiro, com quem partilhou vários momentos, em acções partidárias em Aveiro. Agora, não concorda «com muitas atitudes de Manuel Monteiro, entre as quais a falta de marcação do próximo congresso, depois do anúncio da sua demissão.

Sem congresso à vista

«A forma de estar tem sido terrível, devia haver reuniões da direcção, não há um rumo para o partido», disse ontem ao Diário de Aveiro. O próximo Conselho Geral deverá realizar-se no dia 10 do próximo mês de Novembro, em Guimarães, do qual espera a marcação do congresso.

Entretanto, em recente artigo publicado no Diário de Aveiro e reproduzido no seu blog «Arestália», Susana Barbosa diz que é «lamentável que se passem tantos meses, para reflexões isoladas e inconsequentes, mantendo um partido político estagnado». Tem a intenção de se candidatar à presidência nacional, embora a data do congresso electivo não esteja marcada. Conta com o apoio do sector nacionalista do partido, o que Manuel Monteiro quer expulsar, mas realça que tem o voto de «vários grupos e pessoas».

Sobre o congresso, diz que já abordou o assunto com Manuel Monteiro, mas não obteve explicações e refere que, assim, «todos os cenários são possíveis». Manuel Monteiro foi eleito em congresso, em Novembro de 2006, e o mandato terminaria em 2010, mas Susana Barbosa admite que «legalmente pode assumir, apesar do que disse em Conselho Geral e em declarações à comunicação social».

Susana Barbosa não tem a sua candidatura definida. Não participou numa reunião realizada este fim-de-semana, em Coimbra, de opositores a Manuel Monteiro, embora convidada, mas «não podia ir por motivos pessoais», disse ao Diário de Aveiro. Mas garante, em termos partidários, que «só Aveiro é que está a trabalhar».

16 Comments:

At 9:14 da tarde, Blogger isabel mendes ferreira said...

enome ENORME SU.



é isso aí.




______________beijos.

e

clap clap clap!!!!

 
At 10:39 da manhã, Blogger sonia r. said...

Já era tempo parece-me.
Um beijinho Susana.

 
At 5:21 da tarde, Blogger Abrantes said...

Sempre afirmei a mim mesmo que só aceitaria um líder politico com "eles" no sítio.
Agora a Drª Susana Barbosa veio estragar este "lindo" pensamento.
Pela coragem; pela ousadia; pela sinceridade; pela tolerância; pela honestidade politica.
Por tudo isto, e muito mais, reconheço o carisma de líder na pessoa da Drª Susana Barbosa.

Para mim não é, já, uma mera candidata ao lugar do Dr. Manuel Monteiro.
É a alternativa!!!

È a força da razão onde podem beber todos os que acreditam numa alternativa politico-partidária para Portugal.
E essa alternativa é: - O Partido da Nova Democracia
Bem Haja por isso sr. Drª Susana Barbosa

Manuel Abrantes

 
At 5:25 da tarde, Blogger Abrantes said...

Só mais uma coisa.
Peço desculpa.
Eu sou um dos "perigosos" nacionalista.
Sim! Um daqueles que não se querendo assumir como de Direita assume-se como Nacionalista.
Pensamos e defendemos os mesmos princípios, só lhe damos nomes diferentes.
Aqui é que se pode aplicar o: Todos diferentes, todos iguais.
MA

 
At 7:40 da manhã, Blogger martim de gouveia e sousa said...

assim a cegueira e a confusão... bjo.

 
At 2:10 da tarde, Anonymous Caixa de Pandora said...

Hum... cabelo loiro pintado, necesssidade de protagonismo, para quando «Eu Susana»?´
Efectivamente, como militante do PND,e atendendo à sua putativa candidatura dentro do PND (repare que não disse liderança, porque para isso necessitaria de ter uma caracteristica que não tem,a de lider) gostaria de lhe dirigir as seguintes perguntas:
1. Segundo as suas próprias afirmações, intitula-se licenciada. Em que? Tem documentos que o comprovem?
2.Como se não fosse suficiente, fala do seu grau académico de mestre. Fez o mestrado? Onde? Tem documentos que o comprovem?

Sabe, minha querida, quando assumimos determinadas posições devemos esperar algumas questões incómodas...

 
At 5:19 da tarde, Blogger Abrantes said...

Claro drª.
Para ser lider tem de possuir um canudo.
Quem não se sentou nos bancos de uma faculdade qualquer não tem carisma para liderar nada.
Até pode ter andado numa daquelas quem ninguem sabe como se tira um doutoramento.
Mas, o que interessa é ter um canudo.
Assim já pode liderar um partido.
Santa paciência...

 
At 5:55 da tarde, Anonymous Caixa de Pandora said...

Não, não interessa meu caro.
O que interessa é as pessoas não se fazerem passar por aquilo que não são.
Sabe,a isso eu chamo mentir.
Logo o que interessa é não mentir. Não está de acordo?
Além de que, quem trata a Susana Barbosa por Drª deve dar valor ao tal canudo.

 
At 9:02 da tarde, Blogger Susana Barbosa said...

Srª da Caixa de Pandora, seja você quem for, a que sempre vem ao meu blog cobardemente como anónima, deixando comentários indecentes, mas que, presumo, só pode ser, a militante Júlia Moura Lopes, do Porto, que por maquiavelismo não pára de me perseguir e até de me difamar publicamente,quero-lhe dizer que tipos de atitude como as que tem vindo a tomar, só podem ter os seus justos custos no local certo: na barra dos tribunais. Mas para si, ou para todos os que queiram saciar a sua sede bisbilhotice, dou-me por hoje a este trabalho, e aqui deixo as minhas legitimas e principais habilitações (todas, com canudo, como a Srª tanto gosta):
- Formação de base em Gestão de Empresas.
- Técnica Oficial de Contas, inscrita na Câmara dos Técnicos Oficiais de Contas.
- Licenciada em Comércio Internacional.
- Pós-Graduada em Estudos Europeus e Comunitários.
- Inscrita para Doutoramento no DEGEI-UA.
Por último, quero dizer-lhe, que é por si, e pessoas como a senhora, com mentes doentes, preconceituosas e mesquinhas, que Portugal, e infelizmente, o Partido da Nova Democracia, estão no estado em que estão!
Tudo o que possa estar ao meu alcance, será feito na luta pela mudança, para um futuro melhor. A bem da Democracia. A bem do PND. A bem de Portugal e dos Portugueses.
Susana Barbosa

 
At 10:42 da tarde, Blogger migas (miguel araújo) said...

Cara Susana
Como sabe tenho o maior respeito e admiração pelo seu espaço e por si, mesmo sem nos conhecermos pessoalmente, embora haja quem muito perto de mim a conheça.
Como sabe também, disse-o várias vezes no meu espaço, aqui com algum atrevimento e no Aveiro do Jorge Ferreira, que não acho que o PND seja necessário à direita. Apenas por convicção pessoal. Nada mais. Acho que não trás mais valia ao espectro político existente, nem nada de novo.
E disse-o por ter sido, em tempos idos, companheiro de várias lutas com o agora vosso futuro-ex-presidente.
E eu avisei... não digam que não avisei! Mas isso são outras guerras.
Admiro-lhe, no entanto, a corageme a motivação que merecem todo o meu respeito.
Só acho é que o seu último comentário era escusado.
Há coisas que não nos merecem o mínimo esforço mental, nem a minima perda de tempo.
Aliás, responder ao desnexo do conteúdo e relevo dos comentários de um ou uma tal "caixa", poderá revelar alguma preocupação em ter que dar explicações por tudo e por nada.
E isso não é bom para uma futura líder. Diria mais... Presidente.
É óbvio que para uma boa liderança ou presidência, basta o mérito pessoal, a vontade e o carisma.
Canudos há muitos e de muitos feitios. Alguns até provocam o encerramento de universidades e dão para ser primeiro-ministro. Portanto...
Continuação de uma boa "luta", embora neste caso não a possa ajudar.
Cumprimentos

 
At 10:56 da tarde, Blogger Susana Barbosa said...

Muito obrigada Miguel.Mas sabe que nestas "coisas", fica mais depressa a difamação do que o desmentido. O meu currículum já é público e na posse da comunicação social, mas ainda assim, não quiz deixar no meu próprio blog, uma nódoa destas sem resposta. E eu, que como sabe, é raro intervir nos comentários!
Cumprimentos e bom fim de semana

 
At 10:03 da manhã, Blogger Abrantes said...

Bem! Também não podia deixar de responder à “caixa de pandora”.
Se tratei por Drª. a líder de Aveiro, Drª Susana Barbosa, foi, e é, porque como candidato a militante, respeito o “tipo de comunicação” habitual neste partido.
Só por isso !
O meu respeito e admiração pela Drª Susana Barbosa são pela sua coragem e determinação no combate político para que a “Nova Democracia” tenha e ocupe a sua verdadeira posição no espectro político.
Não tenho a mínima, das mínimas, preocupações sobre as habilitações académicas da Drª Susana Barbosa. Nem dela, nem de ninguém.
Respeito pela coragem, pela sensatez, pela pertinência, pela ousadia, pela tolerância, pela honestidade política – enfim - por tudo o que caracteriza um líder.
E eu – com 56 anos de idade – já apoiei na minha vida muitos lideres. A vida, com os erros que cometi, deu-me alguma sensibilidade para reconhecer capacidades de liderança.
E é essa capacidade de liderança que reconheço na Drª Susana Barbosa.
Manuel Abrantes

 
At 11:07 da manhã, Anonymous Macário Abrantes said...

Hum...cheira a plano concertado...
Manuel Abrantes...Miguel Abrantes...pai e filho do blog «Caminho de Emau».
Inteligentes. Como dão a entender, não existe qualquer relação política entre ambos, pois não?
O Migas até foi companheiro de velhas lutas do ex-presidente. Ora aí está uma boa questão para o ex- presidente e para o Jorge Ferreira.
Inteligentes, sim senhor.

Do vosso Primo...

 
At 3:38 da tarde, Blogger Abrantes said...

Oh SR Macário
Nem conheço esse blogue nem tenho filhos. Só tenho filhas.

 
At 10:38 da tarde, Blogger migas (miguel araújo) said...

Ao Sr. Macário Abrantes
Antes de escrever o que quer que seja (e pelos vistos noseu caso é relevante pela falta de senso) pense no que vai dizer.
Porque para dizer asneira mais valia ter estado caladinho.
O meu nome é "público" e é Miguel Pedro Araújo. E o meu Pai Manuel Araújo. Que por sinal, apesar do convite que lhe fiz para um dos meus blogues, nunca escreveu rigorosamente nada na blogoesfera.
E não tenho qualquer problema em dizer-lhe que estava na Concelhia da JC de Aveiro quando o Manuel Monteiro foi eleito Presidente da Juventude Centrista e também estava na Concelhia do CDS de Aveiro quando o mesmo Manuel Monteiro foi eleito Presidente do CDS, acompanhado pelo Jorge Ferreira.
Como vê, cobardia é coisa que não uso pelos meus lados.
Aqui tem para satisfação das suas dúvidas e para contributo dos seus conhecimentos que me parecem muito reduzidos.

 
At 1:27 da manhã, Blogger Susana Barbosa said...

Faço saber, que a Srª Júlia Moura Lopes, do Porto, me contactou pessoalmente, alegando com convicção, não ser a autora dos comentários da Caixa de Pandora, e informando-me que há muita gente à "face da terra" que gostaria de me ver "em maus lençóis". Face aos recentes acontecimentos, disso não tenho dúvidas... Vou fazer fé nas suas palavras, e acreditar que, afinal, quando partimos para a denúncia do que está errado, ganhamos respeito, mas também, muitos inimigos.
Susana Barbosa

 

Enviar um comentário

<< Home