sexta-feira, março 17, 2006

Sobre as incoerências municipais (II)

"Não à discriminação!", no Ecos da Capitania

E pronto. A maioria PSD/PP fixou a remuneração dos administradores das empresas municipais de Aveiro (sim, as tais empresas que o candidato Élio dizia em campanha eleitoral que deviam encerrar), e o presidente da concelhia do PSD lá ficou a ganhar € 3.700/mês (mais até do que o vencimento do próprio Presidente da Câmara, como se pode ler no Público)...
Mas, mais do que a questão da remuneração do líder da concelhia do PSD - a que já aludimos neste blogue -, o que suscitou a curiosidade dos deputados municipais foi a disparidade de vencimentos na EMA (a empresa que foi criada para construir o estádio).
Segundo lemos nos jornais, o presidente da junta de freguesia da Vera-Cruz terá feito notar que a "administradora" Susana Esteves entra todos os dias "às 8 e sai às 20h" - ganhando € 1.500/mês - enquanto que o "administrador" João Pedro Dias iria à mesma empresa "duas ou três vezes por semana" e no entanto ganha € 1.800...
Ou seja, para aquele autarca, tratar-se-á de um caso de discriminação "indecente", em que "o que ganha mais é o que faz menos". Um verdadeiro escândalo!
O Ecos da Capitania, como blogue moderno de que se orgulha de ser, não poderia deixar de dar eco (passe a redundância) a tais protestos, apelando a uma reciclagem do pensamento machista que urge ver ultrapassado...

4 Comments:

At 2:21 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Interesting website with a lot of resources and detailed explanations.
»

 
At 6:34 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Your website has a useful information for beginners like me.
»

 
At 12:05 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Keep up the good work »

 
At 8:34 da manhã, Anonymous Anónimo said...

Cool blog, interesting information... Keep it UP Voip call Debt per person Mini home surveillance outdoor camera laser hair removal kia Answering machine message automate

 

Enviar um comentário

<< Home