sábado, dezembro 24, 2005

Momento Íntimo - Eterna Saudade

(dia de aniversário de minha mãe, 21 anos depois da sua morte)

Não é o chiar deste autocarro que me dói
Não é o tocar deste piano que me alenta
Não é este frio gélido que me arrefece
Não é a falta da tua permanência
É o não ter palavras, Mãe
P`ra gritar a tua ausência.

1 Comments:

At 6:54 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Where did you find it? Interesting read » »

 

Enviar um comentário

<< Home