segunda-feira, outubro 16, 2006

Sonhos sem ilusões

«Saber não ter ilusões é absolutamente necessário para se poder ter sonhos. Atingirás assim o ponto supremo da abstenção sonhadora, onde os sentimentos se mesclam, os sentimentos se extravasam, as ideias se interpenetram. Assim como as cores e os sons sabem uns a outros, os ódios sabem a amores, e as coisas concretas a abstractas, e as abstractas a concretas. Quebram-se os laços que, ao mesmo tempo que ligavam tudo, separavam tudo, isolando cada elemento. Tudo se funde e confunde.»

Fernando Pessoa
in 'O Livro do Desassossego'

5 Comments:

At 1:07 da manhã, Blogger José Alberto Mostardinha said...

Olá Susana:

Um trecho do Pessoa a merecer ser lido atentamente e... atentamente reflectido.
Na sua essência está uma forma de ser e de estar que, seguramente, tornaria o mundo melhor.

Um abraço,

 
At 9:05 da manhã, Blogger Mendes Ferreira said...

eu não quebro este laço....



não quero!


beijo-Te. Su.

 
At 10:47 da manhã, Blogger pintoribeiro said...

Exemplar, o texto. Bom dia Susana, bjinho.

 
At 6:50 da tarde, Blogger mfc said...

Digo muitas vezes que para se sonhar é preciso ter os pés bem assentes no chão.

 
At 11:53 da tarde, Blogger Afonso said...

Gostei do texto, não só pela sua beleza, mas também por ser de um autor que admiro muito.
Boa noite!

 

Enviar um comentário

<< Home