sexta-feira, outubro 14, 2005

Outono

Tarde pintada,

Por não sei que pintor.

Nunca vi tanta cor

Tão colorida!

Se é de morte ou de vida,

Não é comigo.

Eu simplesmente digo

Que há tanta fantasia

Neste dia,

Que o mundo me parece

Vestido por ciganas adivinhas,

E que gosto de o ver, e me apetece

Ter folhas, como as vinhas.

Miguel Torga

5 Comments:

At 6:20 da tarde, Blogger mfc said...

Não sei o que mais me inspira, se o poema de Torga se a excepcional fotografia que o ilustra tão bem...

 
At 6:29 da tarde, Blogger hfm said...

E a imagem que combina tão bem com as fortes palavras de Torga!

 
At 8:45 da manhã, Blogger Pinto Ribeiro said...

LINDO, Susana...bom dia, bjinho.

 
At 4:36 da tarde, Blogger Rosario Andrade said...

Ola!

Poderoso, este post. Torga é um dos meus poetas favoritos. Talvez por ser transmontano e lhe correr nas veias a forca da terra...
e a imagem é tao linda que parece inventada!

Abracicos!

 
At 12:57 da tarde, Anonymous Anónimo said...

Best regards from NY! film editing schools

 

Enviar um comentário

<< Home